Novidades do PIPA

  • Bolsa Funarte contempla Marcelo Moscheta, Paulo Meira e Mayana Redin

    Marcelo Moscheta enviou o projeto "Arrasto" para análise. Na foto, sua obra mais recente "Oriente"

    A Bolsa Funarte selecionou projetos de Marcelo Moscheta, Paulo Meira e Mayana Redin, classificados no edital em primeiro, terceiro e quarto lugar, respectivamente. Cada um receberá uma bolsa no valor de R$40 mil. Este edital visa à seleção de projetos de criação e pesquisa em artes visuais que resultem em ações, obras ou processos inéditos para apresentação pública, criando condições materiais para que profissionais da área desenvolvam seus trabalhos, mediante remuneração em forma de bolsa.

    ...leia mais
  • Conheça os membros do Júri de Premiação

    Finalistas

    O Júri de Premiação, responsável por definir o vencedor do PIPA, varia a cada ano. Com cinco membros, o Júri de 2014 é composto por especialistas que acompanham a arte contemporânea brasileira sob diferentes pontos de vista. Caberá a eles escolher um artista dentre os quatro finalistas – Alice Miceli, Daniel Steegmann Mangrané, Thiago Martins de Melo e Wagner Malta Tavares – para receber o prêmio de R$100 mil, que inclui a participação no programa de residência artística da Residency Unlimited, de Nova York. Saiba quem são os membros do Júri de Premiação do PIPA 2014 e alguns dos critérios que deverão ser adotados para definir o vencedor da principal categoria do Prêmio.

    ...leia mais
  • Coluna “De Arte a Z” da Revista DasArtes destaca os vencedores do PIPA Online e a exposição do Prêmio

    Diego de Santos

    A DasArtes foi a primeira revista especializada em artes visuais de circulação nacional, e existe desde os anos 1990. O número 36 da revista destaca os vencedores do PIPA Online 2014 – que este ano, pela primeira vez, premiou dois artistas em duas categorias – e assinala que os trabalhos dos finalistas do Prêmio estão em exibição no MAM-Rio até 16 de novembro.

    ...leia mais
  • Luiz Camillo Osorio é escolhido curador do pavilhão brasileiro na Bienal de Veneza

    Screen Shot 2014-10-24 at 16.05.03

    Luiz Camillo Osorio, crítico de arte, curador do MAM-Rio e membro do Conselho PIPA, estará à frente do pavilhão do Brasil na mostra italiana. A informação foi noticiada esta semana pelo jornal Folha de São Paulo, e surpreendeu a todos que esperavam ver o britânico Charles Esche – responsável pela Bienal de São Paulo agora em cartaz – ser o curador escolhido pela Fundação Bienal, órgão responsável pela indicação. “Procuramos um curador brasileiro, e que fosse identificado com o trabalho daqui. A ideia é sempre experimentar coisas novas.”, explica Luis Terepins, presidente da Fundação. Leia na íntegra o artigo publicado originalmente na Folha de São Paulo.

    ...leia mais
  • Série de vídeos especiais 2014 | Entrevista com a curadora Daniela Labra

    Screen Shot 2014-10-24 at 16.01.45

    A série de vídeos especiais do PIPA foi criada em 2011 para estimular e contribuir com o debate e a reflexão sobre a arte. A ideia surgiu ao longo dos primeiros anos do Prêmio, a partir de temas que foram levantados durante as entrevistas com os artistas indicados ao PIPA desde 2010.
    Inaugurando a série de vídeos especiais de 2014, a curadora Daniela Labra concede uma entrevista exclusiva para o Prêmio. Labra fala de como a descoberta da performance artística a levou do teatro para a arte contemporânea, e conta sobre o que acredita ser a natureza do trabalho do artista na atualidade.
    “Fazer arte hoje é pensar em alternativas criativas para viver o mundo contemporâneo. Pra mim o que me interessa de estar trabalhando com arte é falar sobre arte mas também pensar as possibilidades criticas, reflexivas e até mesmo políticas da arte. O próprio fato de você fazer arte, ou elaborar um pensamento artístico neste mundo tão pensando para o materialismo e para produtividade, é um ato de resistência.” Assista ao vídeo.

    ...leia mais
  • Exposição PIPA 2014 | Em cartaz no Rio de Janeiro

    Obra de Daniel Steegmann Mangranné ocupa o corredor do Museu

    A exposição do PIPA 2014 está aberta ao público no MAM-Rio com os trabalhos dos finalistas desta edição: Alice Miceli, Daniel Steegmann Mangrané, Thiago Martins de Melo e Wagner Malta Tavares. São artistas de linguagens, mídias e origens distintas. Alice Miceli, carioca de 34 anos, é uma artista cosmopolita que se graduou em cinema em Paris, morou em Nova York e tem participado de diversas residências artísticas internacionais. Na exposição dos finalistas, Miceli apresenta um trabalho inédito composto por 11 fotografias fruto da exploração a um campo minado no interior do Camboja. Daniel Steegmann Mangrané é catalão, tem 37 anos e vive no Rio de Janeiro. Seu trabalho se compõe de poéticas sutis e experimentações que questionam a relação entre a linguagem e o mundo. A obra que apresenta na mostra é uma espécie de cortina com formas inspiradas na arquitetura do MAM-Rio. Thiago Martins de Melo, artista maranhense de 33 anos, trabalha predominantemente com pinturas e atualmente vem fazendo experimentações com a escultura. Na exposição do PIPA, o artista apresenta cinco telas que juntas compõe uma cruz de grandes proporções, além de duas esculturas. Wagner Malta Tavares, paulistano de 50 anos, faz uso de vídeo, escultura, fotografia, desenho, colagem, performance e instalação para dar vazão a sua poética. Para a exposição do MAM-Rio o artista apresenta “Turbulência nos trópicos”, instalação inédita composta por uma projeção, áudio e resistências elétricas.
    A mostra segue até meados de novembro, e até 2 de novembro você pode ajudar a decidir o vencedor da categoria Voto Popular, votando no seu artista favorito. Cada ingresso do Museu dá direito a um voto.

    ...leia mais
Mais Novidades do PIPA...

Agenda da Semana

  • Programação de 25 a 31 de outubro

    Acesse a agenda, confira os eventos ligados aos artistas indicados ao PIPA, ao MAM-Rio e demais envolvidos com o Prêmio, que estão acontecendo ao redor do Brasil e do mundo, e programe sua semana.


Circuito

  • Abertura | “Do Rio e para é to Rio and from”, nova mostra de Rodrigo Matheus

    (Rio de Janeiro, RJ) Após quatro anos sem expor no Brasil, Rodrigo Matheus realiza sua terceira individual na galeria carioca que o representa. Em “Do Rio e para é to Rio and from”, o artista exibe uma série inédita de esculturas instalações e colagens produzidas durante sua temporada na cidade após os últimos anos no exterior. Os trabalhos desenvolvem sua construção a partir de postais enviados do Rio de Janeiro para a Europa ao longo do século XX que foram encontrados pelo artista em feiras de segunda mão européias.

  • Últimos dias | “Grilagem”, mostra individual de Vanderlei Lopes

    (Rio de Janeiro, RJ) “Grilagem” embaralha as cartas e volta a dar, em fair play constante com o espetador, novos termos e parâmetros para pensarmos as condições de produção de sentido da história e da arte. Curadoria de Luiz Camillo Osorio e Marta Mestre.

  • Abertura | Galerias Fortes Vilaça e Mendes Wood DM apresentam mostras paralelas de Guillermo Kuitca

    (São Paulo, SP) As duas galerias paulistas formaram uma inédita parceria e apresentam duas mostras paralelas, “Diários”e “Doble Eclipse”, em seus espaços-sede. “Doble Eclipse”, mostra apresentada pela Mendes Wood DM, é uma série de pinturas sobre madeira em pequena escala e uma grande pintura sobre tela. Já “Diários”, em cartaz na Fortes Vilaça, é uma instalação composta por 18 pinturas circulares, testemunhos do cotidiano do artista e, pendurados lado a lado, formam uma narrativa plástica de sua intimidade.

  • “Animal que no existeix”, mostra individual de Daniel Steegmann Mangrané

    (Alsácia, França) A mostra pode usar desenhos, colagens, recortes, filme e intalação, por vezes simultaneamente, e os desenvolver organicamente para atingir o nível ideal de abstração, permitindo migrações entre uma obra e outra. Mangrané sobrepõe diferentes estratos de relações e ramificações. Grades geométricas e no meio delas, o losango. Uma combinação de divisas em formato de V que podem ser multiplicadas ao infinito.

  • Em cartaz | “Really Useful Knowledge”, mostra coletiva com Carla Zaccagnini e Runo Lagomarsino

    (Madri, Espanha) A mostra objetiva posicionar a noção de pedagogia crítica como elemento crucial em lutas coletivas e explorar a tensão entre emancipações social e individual, através da educação, com exemplos que são ao mesmo tempo históricos e atuais, e sua relação com formas de organizar-se, capazes de resultar em resistência à reprodução de capital.

Mais Circuito...