“A Pele e a Espessura do Desenho”, coletiva com participação de Nazareno

(Lisboa, Portugal)

A Fundação Portuguesa das Comunicações atualmente realiza a exposição temporária “A Pele e a Espessura do Desenho”, para a qual foram convocados cinco artistas brasileiros e portugueses. A apresentação conjunta das obras de Amélie Bouvier, Nazareno, Paulo Climachauska, Renato Leal e Sofia Pidwell mostra as afinidades e contrapontos num diálogo desenvolvido entre os cinco artistas.

A apresentação conjunta das obras mostra as afinidades e contrapontos num diálogo desenvolvido entre os cinco artistas, num projeto conjunto que se iniciou em 2013. Sofia Pidwell e Nazareno desenharam diretamente nas paredes da Sala de Exposição, configurando as suas morfologias detalhistas ao espaço. Amélie Bouvier, Renato Leal e Paulo Climachauska instalaram desenhos, procedendo de diferentes de séries, assim congregando forças gráficas e conteúdos representacionais abertos.

As obras dos cinco artistas impulsionam os espetadores a pensar tanto as questões percetivas, quanto interpretativas. Induzem o público a pensar na efemeridade da criação artística, plasmando a sua generosidade e consciência da precariedade do ato, da vida humana e da obra que, essa sim, persistirá, não somente nos registros mas na memória de todos que a visitem em estado de privilégio.

“A Pele e a Espessura do Desenho”, mostra coletiva com Nazareno
Curadoria de Maria de Fátima Lambert
Em cartaz até 15 de setembro

Fundação Portuguesa das Comunicações
Rua do Instituto Industrial, 16
T.: 21 393 5000
Funcionamento: de segunda a sexta, das 10h às 18h; sábados das 14h às 18h



Copyright © Instituto Investidor Profissional