João Castilho - Hotel Tropical azul

Depois de temporada no Rio de Janeiro, coletiva “Vértice” chega a São Paulo

(São Paulo, SP)

O Centro Cultural Correios recebe até março a mostra “Vértice”, primeira da série “Coleções”, com mais de 200 obras do acervo de Sérgio Carvalho. Com curadoria de Marília Panitz, Marisa Mokarzel e Polyanna Morgana, a exposição apresenta trabalhos de 64 artistas, incluindo Antonio Dias, Berna Reale, Camila Soato, Ding Musa, Fabio Baroli, Gisele Camargo, João Castilho, José Rufino, Lucia Koch, Marcelo Moscheta, Nazareno, Nino Cais, Oriana Duarte, Paulo Meira, Paulo Nazareth, Rafael Carneiro, Rodrigo Braga, Rodrigo Torres e Sofia Borges.

Convite Vértice SP

“Para cada obra, há uma história”. Essa máxima de Sérgio Carvalho, cuja coleção de arte contemporânea protagoniza a exposição Vértice – a primeira da série “Coleções” –, define bem o espírito da mostra: a apresentação de trabalhos de artistas brasileiros contemporâneos, selecionados por três curadoras de diferentes lugares e gerações, com o objetivo de trazer ao público um panorama da arte contemporânea brasileira, com base no intercâmbio de distintos olhares.

Ao apresentar ao espectador, simultaneamente, três visões curatoriais, Vértice propõe uma discussão sobre as inúmeras possibilidades de um acervo e da produção de um conjunto de artistas. A partir de visitas coletivas e da troca de informações com o colecionador, as curadoras começaram a delinear uma forma de “classificar” as obras no âmbito da exposição, que será apresentada em três “módulos”, sempre sujeitos à contaminação e deslocamentos: “Relatos, Construções e Assombros”.

“Relatos”, com curadoria de Marília Panitz, reúne obras que têm a ver com os deslocamentos para ver e “descrever” o mundo. Apresenta-se por meio de um viés político, antropológico e de desafio à abrangência das linguagens da arte, onde elas muitas vezes “invadem” outros campos de conhecimento. São trabalhos que apostam na produção em torno das relações espaço-tempo do homem na História, seus documentos (de cultura e barbárie) e na sua própria memória.

“Construções”, com curadoria de Polyanna Morgana, lança um olhar para as obras que se pautam pela herança histórica do artista russo construtivista Vladimir Tatlin (1914), que, em uma série de esculturas espaciais, elaborou uma reflexão sobre a obra de arte, indicando que esta era “construída”, não esculpida ou fundida, como ocorria nos modelos tradicionais de escultura. Participam fotografias, pinturas, esculturas, vídeos e instalações, onde é possível reconhecer uma tendência da arte – reflexiva e, por vezes, autocrítica – que se debruça sobre as condições de se arquitetar uma obra no mundo, enfatizando, neste processo, diversos aspectos físicos, formais, conceituais, históricos e institucionais.

“Assombros”, com curadoria de Marisa Mokarzel, constitui um espaço de segredos, veladuras que se espalham pelo lúdico e cruel das coisas, percorrendo lugares oníricos, de pesadelos, violências e delicadezas. Neste lugar instável a ficção e a realidade se atravessam. A palavra assombro aproxima-se tanto da condição de espanto como da de admiração, assim como mistérios, enigmas e estranhezas. Plural, o substantivo se expande e propaga diferentes ideias e sentimentos e essa multiplicidade dilata o conteúdo semântico que, associado à arte, permite o trânsito estético e conceitual das obras reunidas nesse eixo.

Vértice reúne pinturas, esculturas, desenhos, fotografias, vídeos e instalações, num total de mais de 200 obras selecionadas entre as mais de 1.500 obras de arte contemporânea da coleção Sérgio Carvalho.

“Vértice”, coletiva com Antonio Dias, Berna Reale, Camila Soato, Ding Musa, Fabio Baroli, Gisele Camargo, João Castilho, José Rufino, Lúcia Koch, Marcelo Moscheta, Nazareno, Nino Cais, Oriana Duarte, Paulo Meira, Paulo Nazareth, Rafael Carneiro, Rodrigo Braga, Rodrigo Torres e Sofia Borges
Curadoria de Marília Panitz, Marisa Mokarzel e Polyanna Morgana
Em cartaz até 27 de março

Centro Cultural Correios
Av. São João, s/n – Vale do Anhangabaú
Funcionamento: de terça a domingo, das 11h às 17h
T: +55 11 2102-3690


Copyright © Instituto Investidor Profissional