"Construção I", 2009, fotografia

Caetano Dias

Feira de Santana, BA, 1959.
Vive e trabalha em Salvador, BA.

Artista representado por Paulo Darzé Galeria.

Indicado ao PIPA em 2011 e 2015.

A obra de Caetano Dias tem como um de seus eixos a questão do corpo. É importante ressaltar que se trata do corpo entendido de forma ampla, imerso em um espaço e em uma cultura, assim como na história. Um corpo em constante processo de constituição e dissolução que, assim como a memória, outra das grandes questões recorrentes em seus trabalhos, é feito de marcas e esquecimentos. As questões sobre o corpo são muito abrangentes e envolvem seu erotismo e sua efemeridade, ou seja, sua relação com o mundo e com o outro, assim como com a morte. As ideias elaboradas por Georges Bataille, autor que ressalta a intrínseca ligação do erotismo com o sagrado e com a morte, permitem um acesso à poética de Caetano. Como estado de dissolução, o erotismo, quer seja dos corpos, dos corações ou explicitamente vinculado ao sagrado, alcança o que temos de mais íntimo, acende o desejo de exceder limites, conduzindo ao mais profundo que se pode alcançar, a uma intimidade onde o eu se expande e se dilui. Os trabalhos do artista revelam a inquietude humana, presente nos enigmas do corpo e enraizada na consciência da morte.

Video produzido pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2011:



Posts relacionados


Videos relacionados


Copyright © Instituto Investidor Profissional