“Perfume 010”, 2013, 29,2x22,5 cm, acrílica sobre lona

Marcelo Cipis

São Paulo, SP, 1959.
Vive e trabalha em São Paulo, SP.

Indicado ao PIPA 2013.

Video feito pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2013.

Sobre o artista

Nasci em São Paulo em 27 de Abril de 1959, moro e trabalho em São Paulo. Sou formado arquiteto pela FAUUSP mas nunca exerci esta profissão, desde o primeiro ano da faculdade (1977) comecei a trabalhar com ilustração para revistas, jornais e livros. Via uma função na ilustração clara e objetiva. A arte não tinha função para mim, até que no final da faculdade me rebelei contra os diretores de arte e resolvi ser artista também, descobrindo que a arte tem uma função que é a de transformar o mundo. Sim, eu acredito hoje no poder da arte de transformar as pessoas e portanto as suas relações interpessoais e sociais. Mas o ilustrador esteve sempre ativo, à partir de então, sustentando o artista sem mercado. Sempre segui caminhos muito pessoais na arte e vivi um grande conflito na minha produção que é o de estar realizando trabalhos diferentes, com linguagens e técnicas diferentes que se sobrepõem, ao mesmo tempo. Era o tempo de uma busca de uma “coerência”, e era isso que se buscava na década de 80, você tinha que ser ou isto ou aquilo e eu era muitas coisas ao mesmo tempo. Fiz a trajetória dos Salões de Arte Contemporânea de São Paulo nos anos 80, participei do workshop Berlin-in-São Paulo, no MASP e no Kunsthalle de Berlin em 1988, ano que realizei minha primeira individual na galeria Documenta em São Paulo, em 1991 participei da 21ª Bienal de São Paulo com a instalação “Cipis Transworld, Art, Industry & Commerce”, onde eu criei o “stand” de uma empresa multinacional fictícia, com produtos, anúncio em tv, etc. No mesmo ano doei parte da instalação ao MACUSP que a montou de forma adequada em 2012. Em 1991 e 1994 participei das Bienais de Havana , em 1998 realizei uma individual na galeria Triângulo em São Paulo e em 2000 ganhei a bolsa da Pollock-Krasner Foundation de Nova York. Em 2004 fiz uma exposição na galeria Virgílio em São Paulo com a ilustração continuando a me sustentar. Em 2010 publiquei uma “revista de artista” com tiragem de 2000 exemplares em offset com o título: “Some Contemporary Art Themes”, publicação esta que aproxima a minha linguagem da ilustração com a linguagem das artes plásticas. Em 2012 fiz uma retomada no trabalho de artes plásticas e expus na Hotel Galeria em São Paulo e foi o momento em que a decisão de romper com um processo antigo veio, e hoje estou realizando muito mais intensamente o meu trabalho como artista. De Outubro de 2012, que coincidiu com uma mega arrumação no meu studio, até hoje venho trabalhando com a pintura, principalmente, com o desenho e também com a escultura, que na sua maioria nasce e permanece hoje em projetos ainda não realizados. A pintura continua com resultados em várias direções, de uma abstração geométrica à uma figuração baseada na realidade e outra figuração tendo como referência aspectos da ilustração que trago de volta para o trabalho pictórico. São várias pesquisas de linguagens acontecendo ao mesmo tempo e é um pouco deste resultado que irei mostrar numa individual no Centro Cultural São Paulo à partir de 22 de Junho de 2013 chamada “Pinturas em geral”.

Formação

É arquiteto formado pela FAUUSP, São Paulo, SP, em 1982.

Exposições individuais

– “Transasisasão”, Hotel Galeria, São Paulo, SP, 2012
– “Como é bom pintar”, Galeria Virgílio, São Paulo, SP, 2004
– “Desenhos”, Casa Triângulo, São Paulo, SP, 1998
– “Jardim das Delícias”, Casa das Rosas, São Paulo, SP, 1996
– Adriana Penteado Escritório de Arte, São Paulo, SP, 1994
– “Trabalhos recentes & Pyrex Paintings”, Galeria Kramer, São Paulo, SP, 1989
– “A Tragédia e a Comédia”, Galeria Documenta, São Paulo, SP, 1988
– “Exposição nº 1”, Espaço Cultural Casper Líbero, São Paulo, SP, 1987

Principais exposições coletivas

– “Quando a arte encontra o design”, Etel Interiores, São Paulo, SP, 2012
– “poT” – São Paulo, Galeria Fortes-Villaça, SP, 2002
– “poT” – The Liverpool Biennial of Contemporary Art – The Independent England, Liverpool, Inglaterra, 2002
– “Projeto Macunaíma”, Galeria Sérgio Milliet/ Palácio Gustavo Capanema, Rio de Janeiro, RJ, 1999
– “Além do arco-íris”, Fundação Armando Álvares Penteado, São Paulo, SP, 1998
– “Ubu, a Patafísica nos trópicos”, MAB, São Paulo, SP, 1996
– “Coletiva”, Galerie Loulou Lazard, Berlim, Alemanha, 1995
– 5ª Bienal de La Havana, Cuba, 1994
– “Verde-Amarelo – Brasilian Contemporary Art”, Fujita Vente Museum, Tóquio, Japão, 1993
– 4ª Bienal de La Havana, Cuba, 1991
– 21ª Bienal Internacional de São Paulo, SP, 1991
– “Coletiva”, Edward Totah Gallery, Londres, Inglaterra, 1990
– “O Nascimento de um Império”, Atelier Santa Cecília, SP, 1990
– “Arte Contemporânea São Paulo – Perspectivas recentes”, Centro Cultural São Paulo, SP, 1989
– “Arte em Jornal”, Jornal da Tarde, São Paulo, SP, 1989
– “Coletiva do Workshop Berlin-in-São Paulo”, MASP, São Paulo, SP e Kunsthalle, Berlin, Alemanha, 1988
– 5º Salão Paulista de Arte Contemporânea, Pinacoteca do Estado de São Paulo, SP, 1987
– 4º Salão Paulista de Arte Contemporânea, Pavilhão Bienal de São Paulo, SP, 1986
– 8º Salão Nacional de Artes Plásticas, MAM- Rio, Rio de Janeiro, RJ, 1985
– 3º Salão Paulista de Arte Contemporânea, Pavilhão Bienal de São Paulo, SP, 1985
– 2º Salão Paulista de Arte Contemporânea, MIS e Paço das Artes, São Paulo, SP, 1984

Publicação

– Publica “Some Contemporary Art Themes”, 2000 exemplares, revista de artista, em 2010

Prêmios

– Bolsa da Pollock-Krasner Foundation, Nova Iorque, Estados Unidos, 2000
– Prêmio VASP, 4º Salão Paulista de Arte Contemporânea, São Paulo, SP, 1986
– Prêmio aquisição, 2º Salão Paulista de Arte Contemporânea, São Paulo, SP, 1984



Posts relacionados


Videos relacionados


Copyright © Instituto Investidor Profissional