Sem titulo, 2013-2014, aquarela, grafite, tinta esmalte, pastel e lápis de cor sobre papel, 20x29 cm

Virgílio Neto

Brasília, DF, 1986.
Vive e trabalha em Brasília, DF.

Indicado ao PIPA em 2013 e 2014.

Video produzido pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2014.

Video produzido pela Matrioska Filmes com exclusividade para o PIPA 2013.

Sobre o artista

Virgílio Neto nasceu em 1986 em Brasília mas passou sua infância e adolescência na cidade de Anápolis em Goiás. Voltou para Brasília em 2004 para cursar Design na Universidade de Brasília – UnB.
Trabalha principalmente com desenho e desde de 2008 vem participando de exposições em várias cidades do Brasil.
Em 2011 foi selecionado para participar do projeto Rumos do Itaú Cultural. Em 2012 ficou em primeiro lugar no Prêmio EDP nas Artes do Instituto Tomie Ohtake, também no mesmo ano teve seu livro “Talvez o Mundo Não Seja Pequeno” publicado pela A Bolha Editora.
Em 2013 realizou duas exposições individuais, uma em Banff Centre no Canadá e outra na sede da Funarte em Brasília. É um dos sócios fundados do Espaço Laje, em Brasília.

Texto de Ralph Gehre

“Os desenhos de Virgílio Neto exercem grande atração visual não apenas pelo traço exemplar do artista ou pela variedade de assuntos que aborda, mas também pela forma como são entrelaçados numa sequência sináptica de forte atração pelo exercício do achamento. Ali encontramos correspondência ao predomínio do fato visual, tão próprio de nosso tempo. Mas não é a lida com uma multiplicidade de componentes que determina o valor de sua pesquisa e sim as relações que o artista estabelece entre eles. A análise mais cuidadosa de suas pranchas revelará a retomada persistente na reconstrução de um ideário pela afirmação do conjunto. A forma como os grupos de composição se organizam e os recortes de espaço negativo – suporte deixado em branco – replicam um tipo de caixilho em que reincide rigoroso esquema de montagem. Suas variações constituem um exercício de riqueza, reafirmando a humildade de quem desenha demais e tão lindamente: aquilo que não se desenha elogia o olhar. Abre um vazio para o respiro e, quem sabe, para algum reflexo. O recheio é fabricado à moda do Elefante, de Carlos Drummond de Andrade, animal alquebrado, feito de parcos recursos. Grande e frágil, porém persistente.”

Exposições individuais

2013
– “Ausente Presente”, curadoria de Paulo Miyada, Galeria Fayga Ostrower – Funarte, Brasília, DF
– “The White Crash”, The Banff Centre, Banff, Canadá
2012
– “Tudo Quer Ser”, curadoria e concepção de Leno Veras e Virgílio Neto, Espaço Laje, Brasília, DF
2011
– “Diálogos”, Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul – MARCO, Campo Grande, MG

Principais exposições coletivas

2014
– “Como Refazer o Mundo”, curadoria de Divino Sobral, Galeria Luiz Fernando Landeiro, Salvador, BA
– “Decifrações”, curadoria de Mario Gioia, Ecco – Espaço Cultural Contemporâneo, Brasília, DF
2013
– “Triangulações”, Brasília, DF, Salvador, BA, e Recife, PE
– “Nossa Exposição de Desenho”, curadoria de Polyanna Morgana, CAL – Casa da América Latina, Brasília, DF
– 64º Salão de Abril, Sobrado Dr. José Lourenço, Fortaleza, CE
– “Encontros Improváveis”, Espaço Cena, Brasília, DF
– “A Lua no Bolso”, curadoria de Raphael Fonseca, Largo das Artes, Rio de Janeiro, RJ
– “Dois Anos de Laje”, Galeria Espaço Piloto – UnB, Brasília, DF
– “Situações Narrativas”, curadoria Marcus Lontra, Galeria Coleção de Arte, Rio de Janeiro, RJ
2012
– Rumos Artes Visuais, 2011-2013, curadoria de Agnaldo Farias, Instituto Itaú Cultural, São Paulo, SP – “Novas Linguagens”, Galeria Referência, Brasília, DF
– “Outras Coisas Visíveis Sobre Papel”, curadoria de Paulo Myiada, Galeria Leme, São Paulo, SP
– 3º Prêmio EDP nas Artes, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, SP
– “Gambiarra”, Galeria Espaço Piloto, UnB, Brasília, DF
– 11º Salão Nacional de Arte de Jataí, MAC – Museu de Arte Contemporânea, Jataí, GO
– “Centerfolder”, curadoria de Ralph Gehre, Referência Galeria de Arte, Brasília, DF
– “Habilitação/ Residência”, curadoria de Matias Monteiro, Hill House, Brasília, DF
– “Dialetos”, curadoria de Paulo Henrique Silva, Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul – MARCO, Campo Grande, MG
– “MAB: Diálogos da Residência”, Museu Nacional da República, Brasília DF
2011
– “Desequilíbrios e Imperfeições”, curadoria de Marcus Lontra, Galeria Coleção de Arte, Rio de Janeiro, RJ
– “Fake Doodles”, Livraria A Bolha, Rio de Janeiro, RJ
– 17° Salão de Anapolino de Arte, Galeria Antônio Sibasolly, Anápolis, GO
– Salão de arte Novíssimos, Galeria de Arte Ibeu, Rio de Janeiro, RJ
– “Dos Planos Que Voam”, curadoria de Suzzana Magalhães, Espaço Cultural Zumbi dos Palmares, Brasília, DF
– 17° Salão Unamá de Pequenos Formatos, Galeria Graça Landeira, Belém, PA
– 1° Salão Centro-Oeste de Arte Contemporânea, Espaço Cultural UFG, Goiânia, GO
– “Mirada Desobediente”, curadoria de Matias Monteiro, Galeria Parangolé – Espaço Cultural 508, Brasília, DF
2010
– “Fresh Produce 2010″, Anno Domini Gallery, San Jose, EUA
– “Open Gallery”, Brick Lane, Londres, UK
– “Aos Ventos Que Virão”, curadoria de Fernando Cocchiarale e Karla Osório Netto, Espaço Cultural Contemporâneo – Ecco, Brasília, DF
– Projeto Ocupação Contemporânea, curadoria de Marcus Lontra, Referência Galeria de Arte, Brasília, DF
2009
– “Fresh Produce 2009″ Anno Domini Gallery, San Jose, EUA
– “Coletiva 2009″, Andrea Mendes Galeria, Brasília, DF
– 9° Salão de Artes Iate Clube, Iate Clube, Brasília, DF
– “Inter-Vir”, Objeto Encontrado Galeria, Brasília, DF
– “Cadernos de Desenho”, curadoria de Ralph Gehre, Hill House, Brasília, DF
2008
– FAM – Festival Internacional de Arte e Mídia, Galeria UnB, Brasília, DF
– “Outros”, Objeto Encontrado Galeria, Brasília, DF
– “Figuração”, Alliance Française, Salvador, BA
– “Abertura”, RV Cultura e Arte Galeria, Salvador, BA

Prêmios

2013
– Prêmio Ocupação Funarte Arte Contemporânea, Brasília, DF
2012
– EDP nas Artes, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo, SP, 1º lugar
– 11º Salão Nacional de Arte de Jataí, Museu de Arte Contemporânea, Jataí, GO, Referência Especial do Júri
2011
– 17° Salão Anapolino de Arte. Galeria Antônio Sibasolly, Anápolis, Prêmio aquisição, 1º lugar

Publicações

2013
– “Ausente Presente”, Paulo Miyada e Virgílio Neto, Edição do Autor, Brasília, DF
– “Interações Não Distantes”, organização de Christus Nóbrega, Editora Universidade de Brasília, Brasília, DF
2012
– “Talvez o Mundo Não Seja Pequeno”, Virgílio Neto, A Bolha Editora, Rio de Janeiro, RJ

Residências

2013
– The Banff Centre, Banff, Canadá
2012
– Núcleo de Extensão Artística, Cruzeiro do Sul, AC

Site: http://www.virgilioneto.com/



Posts relacionados


Videos relacionados


Copyright © Instituto Investidor Profissional